domingo, 29 de janeiro de 2012

Salve-se quem puder!

Nada pior que confundir a velocidade com o toucinho ou neste caso Eça com Meyer. Trocar uma obra prima da literatura por uma noveleta rasca é sem dúvida o melhor serviço que se pode prestar à cultura. Ao que li este cartaz está numa Fnac na ex-capital do Império. A ver se aqui no bárbaro Norte escapamos ilesos.


É por estas e outras que publicam aperiodicamente uma revista periódica.

1 comentário:

  1. Lamento! Mas estão em todas. Vi hoje à tarde em Santa Catarina

    ResponderEliminar